Aula para escola Bíblica – 4ª. Aula – Davi, servo agradecido

Aula para escola Bíblica – 4ª. Aula – Davi, servo agradecido

Data: 30/03/2014
Assunto: Davi, servo agradecido
Textos: Sl 150:2/ II Sm 2:7b/ I Sm 17:15-33/ I Sm 18:7-8

“Louvai-o pelos seus atos poderosos; louvai-o conforme a excelência da sua grandeza.” Salmo 150:2

Introdução
“Louvai ao Senhor pelos seus atos poderosos”. O que quer dizer isso?
É o seguinte: Deus faz muitas coisas maravilhosas para nós todos os dias. Imaginem vocês que a Bíblia nos ensina que Deus é bom até para com os ingratos e maus.
Lucas 6:33 – “E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo!”
Os ingratos são os que não agradecem pelas bênçãos que recebem do Senhor. Por exemplo: A vida, a saúde, o ar que respiramos, o sustento com a comida, tantas bondades e eles acham que não precisam de Deus.
Os maus fazem coisas muito feias e Deus continua esperando que eles se arrependam e se voltem para Ele e, mesmo assim, eles estão debaixo da bondade do Pai Celestial e, como os ingratos, não louvam ao Senhor.
E o povo de Deus? As crianças, intermediários, adolescentes, adultos? Esses oram, pedem a Deus e Ele responde.
Quando temos problemas, por exemplo, doenças em casa, o pai, a mãe irmão, doentes, pedimos ao Senhor: Cura, Senhor! Precisamos desta bênção! Deus cura e nós louvamos, agradecemos ao Senhor pela cura ou pelo sustento na hora da angústia.

Nos estudos: Temos provas de matérias que não conseguimos entender bem, oramos e o Senhor nos lembra do que estudamos. Não vale deixar os estudos de lado e brincar, ficar vendo bobagens no computador e depois pedir a bênção. Nisto estamos errados.
Vou contar um fato verdadeiro: Uma criança de seis anos foi para a escola e lá ela estava muito triste.
A professora percebeu e falou: – Você é tão alegre e hoje está triste?
A menina disse chorando: – Meu pai foi para o hospital na ambulância. Mamãe foi com ele e eu vim para a escola.
A professora ficou triste e a menina disse: – Eu queria que a gente pedisse a Deus para meu pai voltar bom.
A professora falou: – Como vamos fazer isso?
A servazinha disse: – Vamos todos ajoelhar, fechar os olhos e eu vou orar. Vou clamar pelo sangue de Jesus e Jesus vai curar o papai.     Era escola, não igreja, mas a professora ficou tão comovida e concordou. Toda a classe se ajoelhou e a professora também.
A servazinha do Senhor orou e quando acabou a professora saiu da classe chorando e veio alguém enquanto a “tia” chorava.
À tarde a mãe veio buscar a filha e disse: – Papai está bem e amanhã já volta pra casa.
A professora contou tudo para a mãe e disse: Nunca vi algo tão tocante; chorei e quero conhecer a igreja desta criança. Foi e permaneceu na igreja.
O que é que se faz em uma situação dessa? Glorifica-se ao Senhor. Aleluia! Que alegria! Não há mais choro, só louvor.
Entenderam o caso da menina?
Então isto é que vamos estudar para aprendermos a glorificar pelos atos, bênçãos de Deus para nós.

DAVI, SERVO AGRADECIDO

            II Sm 2:7b – “… mas também os da casa de Judá já me ungiram a mim por seu rei.”
Davi, vocês conhecem bem. Era filho de Jessé e pertencia à tribo de Judá, da qual vinham os reis. Por isto nós cantamos: “Jesus é o Leão da tribo de Judá”. Ele é aquele que é Rei dos reis. Bonito, não é?
Bem, Davi tinha sete irmãos. Família grande. Ele trabalhava no campo como pastor de ovelhas.

I Sm 17:15-25 – O POVO DE ISRAEL ENTROU EM GUERRA

            Por desobediência, Deus permitiu que os filisteus guerreassem contra eles, porque o rei Saul era muito desobediente. Então todos os homens foram para a guerra. Jessé, o pai de Davi disse para ele: – Filho, seus irmãos estão na guerra e eu quero notícias deles. Vai lá, leva estes pães, grãos tostados, queijos e não esqueça de dar para o chefe deles. Depois volta para me dar notícias.
Davi ia para casa e voltava para Saul e viu que os exércitos ficavam um de frente para o outro. Apareceu um gigante que gritava dizendo que se houvesse um homem, um soldado valente, que fosse lutar com ele, e quem vencesse dominaria o vencido e acabaria a guerra.
Davi soube que há 40 dias este gigante gritava desafiando os exércitos de Saul, mas ninguém tinha coragem de lutar com aquele gigante. Que tristeza!

DAVI DISSE: EU VOU LUTAR E VENCER – I Sm 17:33

            Os soldados correram para dar esta notícia a Saul. Saul disse: Traga o moço. Quando o viu disse: “Contra este gigante filisteu não poderás ir, porque ele é homem de guerra e tu és moço. Não podes.”
Davi insistiu e ele disse: Então veste minhas roupas porque desse jeito não dá.
Davi obedeceu. Vestiu, andou e disse: “Com estas roupas é que não dá. Vou como estou, porque este filisteu vai saber que o Deus dos Exércitos vai livrar o seu povo e este filisteu está desafiando este Deus e é no nome Dele que eu vou.”
Fico pensando em Saul olhando para Davi cheio de coragem e imaginando: Pobre deste rapazinho! Vai morrer hoje!
Não vá! Ele é homem é de guerra desde a sua mocidade.
Davi ainda disse ao rei:
– Eu já lutei com um urso e tirei minha ovelha da sua boca e veio um leão e também salvei minha ovelha e agora vou lutar com este gigante.

DAVI VENCE O FILISTEU

            Golias desafiava de cima do morro e ficava maior ainda. Quando avistou Davi veio descendo e viu que era nada diante dele. Davi nem ligou para o desprezo dele. Pegou sua funda (tipo um estilingue), cinco pedras do rio, colocou na sua bolsa e escolheu uma pedra, colocou na funda e disse a Golias:
– Eu vou a ti em nome do Senhor dos Exércitos (não em nome dos exércitos de Saul). Mandou a pedra e o poder de Deus a dirigiu certinho para a testa do inimigo; entrou nela e o gigante caiu por terra. Que vitória!
O gigante por quarenta dias desafiou a mente de todos os soldados de Saul dizendo: Vocês não têm homens para lutar comigo. Sois fracos. A mente de todos eles aceitou isto. Agora Deus destrói o gigante com uma pedra que atingiu a mente de Golias e o derrubou.
I Sm 18:7 – Foi uma festa! Cantavam as mulheres: “E as mulheres dançando e cantando se respondiam umas às outras, dizendo: Saul feriu os seus milhares, porém, Davi os seus dez milhares.”

O ÓDIO DE SAUL SE MANIFESTA

v. 8 – “Então Saul se indignou muito, pois aquela palavra pareceu mal aos seus olhos, e disse: Dez milhares atribuíram a Davi, e a mim somente milhares; que lhe falta, senão só o reino?”
Por que o ódio de Saul se manifestou? Davi não deu uma grande vitória ao povo em nome do Deus de Israel?
Sim, mas Saul tinha se desviado de Deus. Ele passou a idolatrar a ele mesmo e aos ídolos. O seu coração se encheu de ódio. Ele se tornou egoista e queria a glória para ele. A inveja entrou nele também. Dele não houve louvor, mas das mulheres que receberam seus maridos, as crianças receberam os seus pais, sabiam do sofrimento que esta guerra lhes trouxe. Por isso sairam ao mundo para glorificar ao Deus de Israel, que levantou um moço para mostrar que Deus usa quem se põe na mão dele.

QUEM VENCEU A GUERRA

1-     O Deus de Israel. Ele foi glorificado através de um pastorzinho. Ele venceu cheio de coragem de Deus.
2-     Davi escreveu o Salmo 23 – “O Senhor é meu pastor e nada me faltará”.
3-     Davi escreveu muitos salmos de louvor. O Salmo 150 – “Louvai ao Senhor; Louvai a Deus no seu santuário; (…) Louvai-o pelos seus atos poderosos…”
Agora aprendemos como é importante reconhecer as bênçãos de Deus. Vamos louvar pelos pastores, diáconos, professoras que nos dão bons ensinos.
Obs. Professora, não precisa repisar a aula, ou seja, insistir sobre determinado tema até tornar-se enfadonho. Apenas de leve. Lembrar: O louvor agrada a Deus; adolescentes e intermediários não cantam na igreja, coração fechado, não oram. Que tristeza! Bênçãos que não são agradecidas nos distanciam de Deus.
Vamos louvar a Deus com alegria

Top
Leia o post anterior:
Circular 016/14: EBD 23/03/2014 – TRANSMISSÃO VIA SATÉLITE

IGREJA CRISTÃ MARANATA – PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE Vila Velha, 20 de março de 2014 CIRCULAR N.º 016/14 EBD 23/03/2014 –...

Fechar