Cronograma de Aulas – CIA’s 28/12/2014 Janeiro e Fevereiro/2015

Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense
AULA PARA 28 DE DEZEMBRO 2014 E JANEIRO E FEVEREIRO /2015
TEMA: AS PARÁBOLAS DE JESUS
CRONOGRAMA DAS AULAS (28 DE DEZEMBRO) E PARA OS MESES DE JANEIRO E FEVEREIRO 2015

AULAS DE MÊS DEZEMBRO
DIA
ASSUNTO: PARÁBOLAS
TEXTOS

28/12/2014

PARÁBOLA DO SEMEADOR –
A semente caiu à beira do caminho.

Mateus 13.3-23/ Mateus 13:4

AULAS DE MÊS JANEIRO

11/01/2015

A PARÁBOLA DO SEMEADOR –
A semente caiu entre pedregais.

Mateus 13.3-23 / Mateus 13.3-5

18/01/2015

A PARÁBOLA DO SEMEADOR –
A semente caiu entre espinhos

Mateus 13.3-23 / Mateus 13.3-7

25/01/2015

A PARÁBOLA DO SEMEADOR –
A semente caiu em boa terra. 

Mateus 13.3-23/ Mateus 13:8

08/02/2015

PARÁBOLA DO JOIO E DO TRIGO

Mateus 13.24-30 / Atos 13.6-12

AULAS DE MÊS FEVEREIRO

15/02/2015

 PARÁBOLA GRÃO DE MOSTARDA

Mateus 13.31-35 / Mateus 13.33

22/02/2015

 FERMENTO

Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense
AULA PARA 28 DE DEZEMBRO 2014 E JANEIRO E FEVEREIRO /2015
TEMA:AS PARÁBOLAS DE JESUS

1ª AULA
ASSUNTO: A PARÁBOLA DO SEMEADOR – A semente caiu à beira do caminho.
TEXTOS: Mt 13.3-23 / Mt. 13: 4
Data: 28/12/2014

INTRODUÇÃO

Vamos falar de sete parábolas de Jesus. Nesta primeira aula estudaremos sobre a parábola do Semeador.
Mas o que vêm a ser parábolas? São ilustrações contadas em forma de histórias que trazem um grande ensinamento, uma grande lição para as nossas vidas. Através dessas histórias podemos ver exemplos de comportamentos que nos ajudarão a compreender quais atitudes são corretas (na igreja, na escola, com os professores, com você mesmo, em estudar, se organizar, em casa, no trabalho, na igreja, na rua …), para sermos servos do Senhor e vivermos em paz com todos neste mundo e sermos vitoriosos em tudo que fizermos.

HISTÓRIA:

“Tendo Jesus saído de casa naquele dia, estava assentado junto ao mar.
E ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou; e toda a multidão estava em pé na praia.
E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na;
E outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda. Mas, vindo o sol, queimou-se e secou-se, porque não tinha raiz.
E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na.
E outra caiu em boa terra, e deu fruto: Um a cem, outro, a sessenta, e outro a trinta.
Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça.
“E, acercando-se dele os discípulos, disseram-lhe: Por que lhes falas por parábolas? Ele, respondendo, disse-lhes: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado; porque àquele que tem, se dará, e terá em abundância; mas aquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado.” – (Mateus 13.1-12)

DESENVOLVIMENTO

Jesus falou de um semeador, das sementes, dos tipos de terreno e do desenvolvimento da semente.
Em cada item desses, O Senhor Jesus quis nos dar grandes lições para a nossa vida como servos do Senhor Deus.
Qual a lição que Jesus nos quis trazer quando contou essa história? Vamos entendê-la?

“Eis que o semeador saiu a semear”

  • Quem é o Semeador? – O Senhor Jesus.
  • A Semente – A Palavra de Deus
  • Os tipos de terreno – O nosso coração

Os tipos de terreno são:

  • À beira do caminho
  • Pedregais
  • Espinhos
  • Boa terra

“E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho e vieram as aves, e comeram-na;”

Primeira lição:
Mat 13:4 – “E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na”;

  • A beira do caminho

Quando uma semente cai ao pé (à beira) do caminho, o que acontece?
O caminho é um lugar onde a terra é batida, dura. A semente não entra na terra, ela não fica escondida. As aves, que são espertas, enxergam a semente e pegam-na e comem. Esta planta vai crescer? Não. Porque não deu nem tempo das raízes nascerem e levarem alimento para esta planta, mas ela vai morrer servindo de alimento para as aves.
E qual lição Jesus nos quis ensinar?
A terra seca fala do coração do homem, que é duro! Não deixa Jesus operar.
Essa pessoa é cheia de vontades, escuta a palavra de Deus, os seus ensinamentos, mas não obedece, nem entende porque prefere as coisas do mundo. Não liga para a salvação, para morar na eternidade com o Senhor Jesus.
Tem momentos em que o nosso coração pode ficar assim, mas o que vamos fazer? Nós vamos orar ao Senhor dizendo que nós não queremos ter um coração duro, mas queremos sempre estar com o coração aberto para aprendermos toda a vontade de Deus e obedecê-lo.

 

Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense
AULA PARA 28 DE DEZEMBRO 2014 E JANEIRO E FEVEREIRO /2015
TEMA: AS PARÁBOLAS DE JESUS

Aula 2
ASSUNTO: A PARÁBOLA DO SEMEADOR – A semente caiu entre pedregais.
TEXTO: Mt 13.3-5

Data: 11/01/2015
Segunda lição:

  • Entre pedregais
  • Mat 13:5 – “E outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda”;

A Palavra diz que a semente caiu em um terreno cheio de pedras e que não tinha muita terra e logo a semente nasceu, mas a raiz não era grande e não conseguia buscar água para a planta e logo, com o sol muito forte, ela morreu seca.
E qual é a segunda lição que Jesus quis ensinar?
Caiu em pedregais – É o coração que ouve a Palavra de Deus e fica muito feliz, empolgado, vai à igreja, canta, ora, frequenta a aula das classes, mas quando vem alguma dificuldade, perseguição na escola, deboches porque ele é crente, é Maranata, ele desanima, não quer ir mais, não quer o Senhor, porque o seu coração é como aquele terreno cheio de pedras que só vê as dificuldades, mas esquece da fé no Senhor, das promessas de salvação, de vida eterna, esquece de tudo o que Deus fez por ele e deixa o Senhor.

Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense
AULA PARA 28 DE DEZEMBRO 2014 E JANEIRO E FEVEREIRO /2015
TEMA: AS PARÁBOLAS DE JESUS

Aula 3
TEMA: PARÁBOLAS DE JESUS
ASSUNTO: A PARÁBOLA DO SEMEADOR – A semente caiu entre espinhos.
TEXTO: Mt 13.3-7
Data: 18/01/2015

Terceira lição:
 Mat 13:7 – “E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na.”

  • Entre espinhos

“E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na”.
O que acontece quando uma semente cai em um terreno cheio de espinhos?
Ela vai crescendo, crescendo, mas os espinhos vão sufocando, apertando a planta e ela morre.
Fala da pessoa que ouve a Palavra de Deus, mas troca a bênção pelas coisas que lhe interessam. Não quer compromisso com nada, “o culto é grande”, “a escola dominical é cansativa”… “Os irmãos da igreja são implicantes” (“fique quieto!” “não converse no culto!” “não corra!”). Ele prefere seu computador, seu jogo, sua televisão, seus compromissos e se esquece de que Jesus, a Palavra de Deus é que nos levará à eternidade. Ele se esquece que Jesus é a nossa segurança neste mundo de trevas.

Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense
AULA PARA 28 DE DEZEMBRO 2014 E JANEIRO E FEVEREIRO /2015
TEMA: AS PARÁBOLAS DE JESUS

Aula 4

ASSUNTO: A PARÁBOLA DO SEMEADOR – A semente caiu em boa terra.
TEXTO: Mt 13.3-8
Data: 25/01/2015

Quarta lição:
 Mat 13:8 – “E outra caiu em boa terra, e deu fruto: um a cem, outro a sessenta e outro a trinta.”

  • E a outra caiu em terra boa

Fala da pessoa que tem o coração humilde para obedecer ao Senhor. Mesmo que não seja perfeito, mas ele ouve a correção, quer aprender, insiste em acertar todos os dias. Ele ama Jesus e sente desejo de viver com Ele eternamente.

 

CONCLUSÃO

Nós não somos perfeitos, erramos, mas temos uma arma poderosa para recorrermos a Jesus e pedir-lhe o perdão, a bênção, força para caminharmos, força para vencermos todas as lutas e tentações, que é o clamor pelo sangue de Jesus.
E não pode em algumas vezes o nosso coração se encontrar assim? Duro, ou entre pedregais, ou entre espinhos? O que vamos fazer? Deixar morrer a semente?
Não! Vamos orar para que Deus mude a nossa situação, porque Jesus morreu para que tivéssemos vida.
Vocês sabiam que uma semente, quando é lançada na terra, antes de crescer e se desenvolver, ela tem que morrer? Ela morre para brotar e crescer suas raízes, caule, folhas, flores, frutos. E foi isto que Jesus fez: Morreu na cruz para que a Palavra de Deus cresça em nosso coração e nos dê vida e vida eterna. Não só a vida para este mundo, pois a Sua Palavra é que nos traz ensinamentos para conhecermos como viver neste mundo de trevas. A Sua Palavra nos traz ensinos para a nossa vida em casa, na escola, no trabalho, na saúde, no sustento material, porque vocês não serão crianças, adolescentes, intermediários para sempre, mas crescerão, se tornarão homens, mulheres que terão uma profissão, uma família, na companhia de Deus, que alimentará seus corações todos os dias. Então serão vitoriosos.

Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense
AULA PARA 28 DE DEZEMBRO 2014 E JANEIRO E FEVEREIRO /2015
TEMA:AS PARÁBOLAS DE JESUS

5ª AULA

Data: 08/02/15
ASSUNTO: A PARÁBOLA DO JOIO E DO TRIGO
TEXTO FUNDAMENTAL: Mateus 13.24-30; 36-42 – Atos 13.6-12

A PARÁBOLA DO JOIO E DO TRIGO
INTRODUÇÃO
Parábolas eram as histórias geralmente extraídas da vida cotidiana do povo, utilizadas pelo Senhor Jesus para ensinar as verdades eternas aos seus discípulos.
No estudo da parábola do Semeador, a semente é a Palavra de Deus que é semeada no coração do homem.
No estudo da parábola do joio e do trigo, o Senhor Jesus nos apresenta outros ensinos:

Primeiro:
Agora fala do homem que recebeu a boa semente, a Palavra, e ele se transforma em trigo, filho do reino. Portanto ele tem que guardar essa semente boa, porque foi semeada pelo Filho do homem, um nome que ele, o Senhor Jesus, dá a si próprio, mostrando que ele veio como homem, mas é Deus e o seu reino é dos céus.
O trigo é a boa semente que o Senhor plantou. Muitos morreram por esta palavra verdadeira e até se tornaram mártires.
Este é um ensino para nos mostrar que não devemos permitir ou que venhamos deixar a má semente nos sufocar, vindo a nos matar.
Segundo:
A má semente é o joio que aparece quando está crescida e frutifica no campo as suas sementes. O joio são os filhos do mal, do maligno.
Ambos estão no mundo:

  • Os filhos do reino;
  • Os filhos do maligno.

Como separá-los sem misturar bons e ruins? Como serão identificados?
Pelos frutos que serão visíveis. O Senhor Jesus disse: “Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.” Mt 7.20.
Vou contar um ensino que se passou no tempo do ministério do apóstolo Paulo. Ele está registrado em Atos 13.6-12:
Paulo atravessou a Ilha de Pafos e encontrou um judeu mágico, falso profeta, chamado Barjesus, que estava com um homem do governo, um procônsul que se chamava Sergio Paulo.
O procônsul Sergio Paulo desejava muito ouvir a Palavra de Deus e chamou Paulo e Barnabé que lhes expuseram a palavra de Deus e Elimas, que é Barjesus, procurava distrair e impedir que Paulo falasse e o procônsul ouvisse.
Paulo cheio do Espírito Santo, fixou, firmou, os olhos nele e disse: “Ó filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perturbar os retos caminhos do Senhor? Eis aí, pois, agora contra ti a mão do Senhor, e ficarás cego, sem ver o sol por algum tempo…”.
Assim aconteceu e o procônsul, vendo aquilo, creu maravilhado da doutrina do Senhor.
Esse testemunho mostra bem o ensino do Senhor Jesus: Paulo e Barnabé representam o trigo, eram filhos do reino, vivendo e ensinando a palavra de salvação; Elimas era o joio, ensinando o mal, fazendo magias, enganando alguém interessado nos ensinos de Deus.
Terceiro:
Bem, em terceiro lugar vemos o propósito do ensino do Senhor: Nos avisar que haverá a hora em que os ceifeiros, os anjos do Senhor, virão para a ceifa.
O trigo, os servos de Deus, serão, pelos frutos, separados do joio, que será amarrado, porque causou o mal com escândalos, coisas ruins, pecados que não convêm aos servos de Deus.
O trigo do Senhor, que foi lavado, purificado pelo sangue de Jesus, é a boa semente.
Então o joio será lançado na fornalha de fogo e ali haverá pranto e ranger de dentes. Total desespero.
E os justos? Resplandecerão como o sol, no reino do Seu Pai.
O profeta Malaquias profetizou este fato:
Ml 4.1-2 – “Porque eis que aquele dia vem ardendo como forno; todos os soberbos (joio), e todos os que cometem impiedade, serão como palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o Senhor dos Exércitos, (…) Mas para vós (trigo do Senhor), os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, e salvação trará debaixo das suas asas; e saireis e crescereis como bezerros do cevadouro.”
O reino dos céus é o destino do povo do Senhor: Crianças, intermediários, adolescentes e todos os que amam o Senhor Jesus.

Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense
AULA PARA 28 DE DEZEMBRO 2014 E JANEIRO E FEVEREIRO /2015
TEMA: AS PARÁBOLAS DE JESUS

6ª AULA
Data: 15/02/15
ASSUNTO: A PARÁBOLA DO GRÃO DE MOSTARDA
TEXTO FUNDAMENTAL: Mateus 13.31-35 / Mateus 13.33

A PARÁBOLA DO GRÃO DE MOSTARDA
INTRODUÇÃO
O Senhor Jesus continua ensinando aos discípulos e aos seus servos aquilo que ele deseja para os seus.
Fala agora a respeito do grão de mostarda, que é a menor de todas as sementes e que cresceu muito, além do que é previsto para um pequeno grão. Em que se tornou?

DESENVOLVIMENTO
Mt 13.32 – “… faz-se uma árvore, de sorte que vêm as aves do céu, e se aninham nos seus ramos.” Parece uma coisa boa, mas não é.
Na Bíblia aves do céu são espíritos do mal, ensinos enganadores que se tornam comuns e se aninham nos ramos da grande árvore. Nada faz mal, todos os pecados são permitidos, praticados. E como ninguém se importa, os ramos abrigam toda a sorte de pecados que Deus não quer para os seus.
“… Sede santos, porque eu sou santo.” I Pedro 1.16.
“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” Hebreus 12.14.
Daniel 4.10-12 fala do sonho que o rei Nabucodonosor teve e ninguém conseguiu interpretar. Ele viu uma árvore no meio da terra e era tão grande que chegava até o céu e todo o mundo viu.
Trata de um ensino chamado “ecumenismo”, que reúne todos os povos, gentes, para serem cristãos, podendo crer no que quiser: Salvação por serem bons, adoração aos ídolos, viverem no pecado.
A árvore tinha uma folhagem formosa e nela havia sustento para todos.
O que Jesus disse? “… De graça recebestes, de graça dai.” (Mt 10.8). No entanto eram vendidas a salvação, curas, bênçãos e pecados assim perdoados.
Deus não se agradou daquela árvore e mandou que fosse cortada e as aves do céu, os espíritos de mentira fossem expulsos.
Que coisa tão séria! Jesus fala dessa árvore e no livro de Apocalipse 18:4 lê-se: “E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.”.
Assim o Senhor mostrou o que se passa no campo do homem que não aceita a orientação do verdadeiro dono do campo, o Senhor Jesus. Tudo termina no juízo de Deus. O grão de mostarda – a Palavra – trabalha no coração do homem através da fé, não é coisa aparente, sua ação é pelo Espírito Santo.
Mt 17.20 – “E Jesus lhes disse: (…) Em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível.”
Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense
AULAS DEZEMBRO 2014, JANEIRO E FEVEREIRO /2015
TEMA:AS PARÁBOLAS DE JESUS

7ª AULA

Data: 22/02/15
ASSUNTO: A PARÁBOLA DO FERMENTO
TEXTO FUNDAMENTAL: Mateus 13.31-35 / Mateus 13.33

A PARÁBOLA DO FERMENTO
“Outra parábola lhes disse: O Reino dos céus é semelhante ao fermento que uma mulher toma e introduz em três medidas de farinha, até que tudo esteja levedado.”
Mateus 13.33.
Imediatamente o Senhor fala sobre o fermento. O fermento da igreja viva do Senhor é o mosto do vinho do Pentecoste que vem de dentro para fora.
Foi prometido pelo Senhor aos seus antes de ser elevado às alturas, quando uma nuvem o recebeu, escondendo-o aos olhos dos seus discípulos.
Atos 1.8 – “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.”
Que maravilha fazer parte de um povo que crê neste mosto do Espírito Santo e ser por ele testemunha nestes confins da terra, o momento atual.
O fermento que a mulher usa para levedar e apodrecer a massa das três medidas, que é a obra perfeita do Pai, Filho e Espírito Santo, este fermento é visto na igreja infiel, que se apresenta através do homem que se projeta, de movimentos que pregam vida sem santidade. Essa mulher é a mesma que foi usada pelo inimigo no Éden.
Há um conselho: “Arrepende-te, pois, quando não, em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca.” Apocalipse 2.16.
Há uma recompensa: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei eu a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.” Apocalipse 2.17.

Top
Leia o post anterior:
Estudos da Semana – 15/12/2014

ESTUDOS BÍBLICOS PARA SENHORAS AVISO! INFORMAMOS QUE NESTA SEMANA NÃO HAVERÁ ESTUDO PARA A SENHORAS DIA 24 DE DEZEMBRO. ESCOLA...

Fechar