Palavra ao Professor de Jovens – 24/05/2014

ESTUDO BÍBLICO PARA JOVENS E OBREIROS – 24/05/2014
TEMA: O Culto
ASSUNTO: A Restauração do Altar
TEXTO FUNDAMENTAL: I Reis 18:30-39

Em I Reis 18:30-39, encontramos algumas ações de Elias para restauração do culto ao Senhor em Israel.

Identificar e comentar o sentido profético de, pelo menos, três dessas ações.
(Os textos usados neste estudo foram extraídos da Tradução de João Ferreira de Almeida, Edição Revista e Corrigida, versão 1995)

OBSERVAÇÕES:

1.     Serão escolhidos apenas 3 das ações de Elias citadas a seguir.
2.     Os textos em itálico são transcrições literais dos estudos recebidos dos grupos de jovens e obreiros.

SIGNIFICADO DAS PALAVRAS:

– ALTAR: Lugar de adoração ao Senhor. Também “levantado ou lugar alto”.
– REGO: Pequena vala (canal) que se abre na terra para escoamento de águas.
– LENHA: madeira utilizada como combustível.


INTRODUÇÃO

Enquanto em Êxodo 8:20-28, estudamos sobre o projeto de um culto que seria feito em Israel, o culto do altar de Elias fala da restauração desse culto que naqueles dias estava já sendo desviado do seu propósito.
As ações de Elias são feitas numa sequência cronológica e cada uma delas tem um cumprimento profético, que se dá no mesmo instante, no culto que a igreja presta hoje ao Senhor.
No culto estranho dos 450 profetas de Baal e dos 400 de Azera, havia uma reunião ecumênica e uma mistura de diferentes valores, buscando a resposta de um deus mudo e morto que não tem resposta para os que o servem.
Aquela reunião ecumênica em torno de um deus pagão foi decepcionante, pois não teve qualquer resposta dele, apesar do ritual, das vestes sacerdotais, da encenação, dos gritos e propagandas desse culto.
Todavia, no culto do altar de Elias um só homem fazendo o culto que agrada a Deus, a resposta por fogo deu provas de que o Deus de Israel é vivo.
É grande a diferença entre um culto feito por uma multidão que usa até o mesmo modelo do culto de Israel, mas dirige esse culto a um deus estranho que não se manifesta nele e um culto feito conforme a vontade do Senhor, por um só homem, além daqueles que se agregaram a ele, a um Deus que se manifesta no meio deles com fogo.
O momento que Israel vivia era de apostasia. O povo estava contaminado pelas idolatrias de Jesabel e desviou-se do Senhor negando a fé verdadeira.
A situação espiritual naquele tempo é a mesma do mundo religioso de hoje. O culto para todo tipo de ídolos tem sido comum na vida do homem. Cada um adota um deus segundo a sua religiosidade, querem servir ao Senhor com mescla, assim era Israel naquela ocasião.

AÇÕES DE ELIAS PARA RESTAURAÇÃO DO CULTO AO SENHOR EM ISRAEL:
IDENTIFICAR A AÇÃO DE ELIAS:

1.     – A CONVOCAÇÃO DO POVO: I REIS 18:30a
“Então, Elias disse a todo o povo: Chegai-vos a mim. E todo o povo se chegou a ele”;
CHEGAI-VOS A MIM: a ação de congregar o povo, aqueles que estavam desiludidos quanto a um deus que não respondia.
Todo o povo se chegou a Elias: tratava-se daqueles que estavam decepcionados com o modelo de culto a um deus estranho. Estavam divididos entre dois pensamentos. Coxeando entre Deus e Baal.

COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO:
Elias aqui é tipo do Espirito Santo. Nosso culto é feito em atendimento ao chamado do Espírito Santo. – diferente do culto a Baal feito pelo impulso da animação da multidão.
Esse é o culto que congrega – o culto da igreja que é “corpo” – o culto da igreja que tem unidade doutrinária. O culto da comunhão uns com os outros e com o Senhor. O culto dentro do entendimento de “corpo”.
As recomendações da carta aos Hebreus quanto à congregação dos irmãos na igreja: “…não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns; (…). Heb. 10:25.

AÇÕES DE ELIAS PARA RESTAURAÇÃO DO CULTO AO SENHOR EM ISRAEL:
IDENTIFICAR A AÇÃO DE ELIAS:

2.     – A RESTAURAÇÃO DO ALTAR: 1 REIS 18:30b
“…e reparou o altar do SENHOR, que estava quebrado” –
O altar estava quebrado devido ao culto de um povo que coxeava entre Deus e Baal.

COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO:
O altar e o nosso coração que precisa de uma restauração para que ocorra o culto que agrada ao Senhor. Quando nós apresentamos o nosso culto ao Senhor a primeira ação que ocorre é em nosso favor, que é a restauração da comunhão com o Senhor. Isso é feito através do clamor pelo Sangue de Jesus. É o momento de contrição, de acerto, de perdão do Senhor, de reconciliação e comunhão uns com os outros e com o Senhor.

AÇÕES DE ELIAS PARA RESTAURAÇÃO DO CULTO AO SENHOR EM ISRAEL:
IDENTIFICAR A AÇÃO DE ELIAS:

3.     – AS DOZE PEDRAS DO ALTAR: I REIS 18:31 E 18:32a
“E Elias tomou doze pedras, conforme o número das tribos dos filhos de Jacó, … e com aquelas pedras edificou o altar em nome do SENHOR”.
DOZE PEDRAS: esse número é conforme o número das doze tribos dos filhos de Jacó.
ALTAR EDIFICADO EM NOME DO SENHOR: era um culto santificado, ou seja, separado para a adoração somente ao Senhor. O altar foi edificado conforme o modelo dado a Moisés, ou seja, pedras não buriladas (Êxodo 20:25).

COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO:
O número doze, na Bíblia, simboliza a doutrina recebida dos profetas do Velho Testamento que pertenciam às 12 tribos dos filhos de Israel (Jacó), confirmada pelos doze apóstolos do Senhor Jesus no Novo Testamento. O culto que agrada a Deus tem que ser firmado sobre o fundamento da doutrina dos profetas e dos apóstolos. Todos os atos do culto, orações, adoração e louvor, precisam estar em conformidade com a doutrina. Não podem ferir ou contrariar a doutrina.
No culto que agrada a Deus a vida do adorador precisa ser edificada conforme o modelo ditado pelo Senhor, que é a revelação dEle no culto. A forma de culto se manifesta na forma da doutrina revelada pelo Espirito Santo em cada ato do culto.
Esse culto produz edificação espiritual e crescimento espiritual, não é simplesmente uma rotina ou uma mera devoção religiosa sem qualquer resultado para a vida espiritual do adorador.

AÇÕES DE ELIAS PARA RESTAURAÇÃO DO CULTO AO SENHOR EM ISRAEL:
IDENTIFICAR A AÇÃO DE ELIAS:

4.     – A SEPARAÇÃO (SANTIFICAÇÃO) DO ALTAR: I REIS 18:32b
“…depois, fez um rego (canal) em redor do altar, segundo a largura de duas medidas de semente”.
Para receber a manifestação do Senhor sobre o altar, esse altar precisava estar separado do altar contaminado de Baal. E essa separação foi feita na largura de duas medidas de semente, pois o canal escavado no chão precisava conter muita água.
A largura dessa separação de duas medidas de semente é o equivalente ao plantio de duas vastas extensões de terra preparadas para receber o plantio.

COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO:
O rego potencializa um limite, ou seja, uma separação e a palavra diz que sem santificação ninguém verá a Deus, e quem está em Cristo nova criatura é.
A separação do altar do coração do servo do Senhor é entre o santo e o profano. Essa é a distância que separa o servo do mundo. Essa separação é feita pela água regeneradora e purificadora da benção do Espirito Santo que santifica o servo: a palavra na revelação do Espirito Santo.
No culto ao Senhor, o servo recebe a porção da bênção para o uso no plantio da semente da palavra na terra do coração daqueles que receberão o resultado desse culto.

AÇÕES DE ELIAS PARA RESTAURAÇÃO DO CULTO AO SENHOR EM ISRAEL:
IDENTIFICAR A AÇÃO DE ELIAS:

5.     – COLOCAR O BEZERRO EM PEDAÇOS SOBRE A LENHA: I REIS 18:33a
“Então, armou a lenha e dividiu o bezerro em pedaços e o pôs sobre a lenha”,
Esta ação Elias faz conforme as prescrições da Palavra para esse procedimento, como Abraão fez com Isaque em Gen. 22:9. Tudo de acordo com a Palavra do Senhor.

COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO:
A madeira é símbolo do homem. Armar a lenha: a condição do homem no culto: o culto com decência e ordem onde todas as coisas são colocadas em ordem.
Armar a lenha – nossas vidas, no altar de Deus.
Dividir o bezerro em pedaços: o sacrifício do Senhor Jesus: o sangue já derramado. O sangue do altar de Baal era derramado pelos seus profetas e era sangue para a morte, mas o sangue de Jesus foi derramado na cruz para termos vida.
O BEZERRO (ou novilho) DIVIDIDO EM PEDAÇOS SOBRE A LENHA: nossa comunhão no culto é com o Senhor Jesus. Jesus é o centro do nosso Culto a Deus. NOSSA COMUNHÃO COM O CORDEIRO, através do clamor pelo sangue de Jesus. Nosso culto ao Senhor é “…Cristo em nós, esperança da glória”. – (Col. 1:27). Nesse culto o homem está ocultado, não aparece – É o culto do HOMEM SUBMISSO à vontade do SENHOR.

AÇÕES DE ELIAS PARA RESTAURAÇÃO DO CULTO AO SENHOR EM ISRAEL:
IDENTIFICAR A AÇÃO DE ELIAS:

6.     – CONCLAMOU O POVO – OS QUATRO CÂNTAROS: I REIS 18:34a
“e disse: Enchei de água quatro cântaros e derramai-a sobre o holocausto e sobre a lenha”.
Apesar de estarem vivendo um período de seca, pois não chovia há 3 anos seis meses, não faltou água para encher os cântaros e derramar sobre o holocausto. A água derramada sobre o altar era a água de um cântaro cheio e transbordante. Mesmo a lenha foi molhada pela água ainda que isso pareça estranho, pois madeira molhada não pega fogo.

COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO:
No meio da secura espiritual que o mundo religioso está vivendo, não falta para o Servo do Senhor, verdadeiro adorador, a bênção do Espirito Santo. Água sobre o altar e água sobre a lenha. PRIMEIRO A ÁGUA E DEPOIS O FOGO, porque a água fala de limpeza, lavagem, regeneração, santificação.
QUATRO CÂNTAROS DE ÁGUA: figura profética dos QUATRO EVANGELHOS que falam da água da salvação no Senhor Jesus que enche o cântaro do nosso coração. A benção do Senhor sobre nós é sempre abundante e transbordante. É esse altar que ofertamos ao Senhor sempre que lhE apresentamos a nossa adoração.

AÇÕES DE ELIAS PARA RESTAURAÇÃO DO CULTO AO SENHOR EM ISRAEL:
IDENTIFICAR A AÇÃO DE ELIAS:

7.     – CONCLAMOU O POVO: A AÇÃO DA TRINDADE: I REIS 18:34b e 18:35
“E disse: Fazei-o segunda vez; e o fizeram segunda vez. Disse ainda: Fazei-o terceira vez; e o fizeram terceira vez”,
No culto que agrada a Deus, a ação da igreja (corpo) ao comando do Espírito Santo.
A benção do Senhor é abundante, pois acontece tantas vezes quantas houver obediência em atender às orientações do Senhor para ser feito um culto verdadeiro a Ele.
Ao atender a ordem de encher os cântaros pela terceira vez, o povo pode ver a água transbordando em redor do altar, pois a terceira vez fala da Trindade. A obra do Pai, do Filho e do Espirito Santo, perfazendo o total de doze cântaros de água.
DOZE CÂNTAROS DE ÁGUA: a doutrina revelada pelo Espirito Santo de forma abundante no culto que agrada a Deus. Um culto em que tudo nele é manifestação da graça abundante do Senhor.

Verso 35 – “de maneira que a água corria ao redor do altar, e ainda até o rego (canal) encheu de água”.
A DOUTRINA REVELADA TRANSBORDANDO NO CULTO. A REVELAÇÃO DO ESPIRITO SANTO NO CULTO PREEENCHE TOTALMENTE O VAZIO E A SEDE DA ALMA num momento em QUE HAVIA SECA na terra JÁ HÁ 3 anos e seis meses.

COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO:
O resultado da ação da igreja em atender à conclamação do Espirito Santo é que a torna um altar separado, consagrado ao serviço do Senhor.

AÇÕES DE ELIAS PARA RESTAURAÇÃO DO CULTO AO SENHOR EM ISRAEL:
IDENTIFICAR A AÇÃO DE ELIAS:

8.     – A ORAÇÃO DE ELIAS RESPONDIDA POR FOGO: I REIS 18:36-38
Verso 36
– A forma da oração de Elias era diferente da forma de oração dos profetas de Baal, pois ele falava daquilo que foi feito no culto tudo conforme a vontade do Senhor.
Deve-se ter cuidado com orações feitas com palavras ou formas de orar que são estranhas ao culto que agrada a Deus.
O CULTO EM QUE DEUS SE MANIFESTA: somente o Senhor é Deus, o adorador é servo e a adoração é conforme a vontade do Senhor.
– “…manifeste-se hoje que tu és Deus em Israel…”, (O Senhor é ADORADO);
– “…e que eu sou teu servo…”, (O servo é o ADORADOR);
– “…e que conforme a tua palavra fiz todas estas coisas”. (A VERDADEIRA ADORAÇÃO: o culto feito conforme a vontade do Senhor).

Verso 37
– “…para que este povo conheça que tu, SENHOR, és Deus…”,
(Esse é o CULTO DO CONHECIMENTO DE DEUS) o culto a Baal era o culto estranho. Deus não se revela em culto feito a deus estranho. O Senhor se ausenta do culto se houver nele alguma coisa dedicada a deuses estranhos.

Verso 38 – “Então, caiu fogo do SENHOR”,
– O CULTO QUE DEUS RESPONDEU COM FOGO, porque foi feito conforme estava disposto na Palavra do Senhor, ordenadas por Deus a Moisés.

COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO:
O FOGO DO SENHOR cai na forma das multiformes operações do Espirito Santo no culto. PERGUNTA: Está havendo NO CULTO operação de cura, libertação, salvação, vitória, livramento? RESPOSTA: Então está caindo fogo do céu NESSE CULTO.
DEUS SE AGRADA DESSE CULTO. TUDO NESSE CULTO é ACEITO PELO SENHOR. Esse é o CULTO NO QUAL SÓ O SENHOR É DEUS (e não o homem).

Top
Leia o post anterior:
Estudo para CIAs – 25/05/2014

3ª AULA – O TABERNACULO Êxodo 25:8-9 “E me farão um santuário e habitarei no meio deles. Conforme a tudo...

Fechar