Reunião de Senhoras 27/11/2013

ASSUNTO: Alianças firmadas por Deus com os homens
TEMA: A Nova Aliança

1- FALAR DO DESEJO DE DEUS EM ESTABELECER ALIANÇAS COM O HOMEM.
2- FAZER A APLICAÇÃO PROFÉTICA

TEXTO FUNDAMENTAL: Salmos 105:7 e 8

“Ele é o Senhor, nosso Deus; os seus juízos estão em toda terra.”
“Lembra-se perpetuamente do seu concerto (Aliança), da palavra que mandou, até milhares de gerações”.
ALIANÇA significa: pacto, acordo, combinação, assumir responsabilidades.

Jeremias foi levantado por Deus como profeta às nações, e usado para anunciar um novo concerto. Deus o consagrou desde o ventre materno. Viveu dias de grandes lutas no meio do povo de Israel. Naqueles dias falou ao povo, do seu pecado, sua desobediência, infidelidade e do seu afastamento de Deus. Anunciou que o povo de Israel seria levado cativo por setenta anos. (Jr. 25: 1 a 12)
Jeremias foi usado por Deus com palavras de sofrimento e juízo, mas a misericórdia do Senhor é infinita e faz ao povo promessas de esperança e salvação. (Jr. 31: 31 a 33)
Dentre estas promessas de salvação e benção, o profeta destaca que Deus firmaria com Israel uma nova aliança, não como a aliança anterior, firmada quando o povo foi tirado do Egito, escrita em tábuas de pedra, mas uma nova aliança, que estaria gravada nos corações. (Ex. 24; Dt. 4:13)
O Senhor Jesus em sua última ceia junto com os seus discípulos, anuncia esta Nova Aliança. (Mt. 26: 27 a 29)
Esta é a promessa para os remidos, cearem com o Senhor Jesus na eternidade, confirmando a Nova Aliança profetizada por Jeremias e citada em alguns versículos em Hebreus que diz:
“Esta é a aliança que farei com eles depois daqueles dias diz o Senhor: Porei as minhas leis em seu coração e escreverei em seus entendimentos, acrescenta:

E jamais me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades.” (Hb. 10: 16 e 17)

Paulo escrevendo aos Coríntios menciona aqueles que são cartas de Cristo, carta esta, não escrita com tinta, mas pelo Espírito Santo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, em seus corações.
Fala daqueles que fazem parte da nova aliança, firmada por Jesus, quando é levado à cruz, derrama o seu sangue em nosso favor, ali morre, entretanto naquele momento no lugar santíssimo, o véu do templo se rasgou e uma nova aliança é firmada, Jesus se torna o nosso mediador.

2- APLICAÇÃO PROFÉTICA

Em todas as alianças: com Adão, com Noé, com Abraão e assim por diante, o Senhor revelou parte dos seus mistérios que apontavam profeticamente para uma nova ordem de coisas, uma nova aliança.
Para a Igreja Deus revelou todo o mistério.
A aliança é conhecida em Jesus que, quando expirou na cruz, rasga de alto a baixo o véu, revelando todo o mistério que estava oculto: a arca da aliança que estava no Santo dos Santos.
Naquele instante, a aliança estava selada, uma aliança firmada no seu sangue, no seu grande amor que está à disposição do homem.

No seu próprio amor, no seu Espírito Santo derramado que dá ao homem uma nova visão de vida, do novo nascimento que passa a ser herdeiro da eternidade.
A maior aliança, a grande aliança foi providenciada por Deus, dando todo o seu amor ao homem através  de Jesus, que derramou o seu próprio sangue.
Hoje a grande aliança já está selada através do Espirito Santo, nosso Consolador, nosso Caminho, nossa Verdade, nossa Vitória. O nosso Salvador.

“Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas. ’’ Ap. 22:14

Top